quinta-feira, 24 de julho de 2008

Morte à Prefeitura


Se tem uma coisa que me tira do sério é injustiça. Tipo você sabe que não fez e vem um idiota dizer que a culpa é sua. E quando você tá lá cheia de planos e descobre que nada vai dar certo por pura incompetência da gestão pública. Cara é de revoltar muito.

Seu Damião Pitta, um cara que eu achava o máximo entrevistar porque conhece cada rua dessa cidade, sabe a localização e o estado de conservação, enfim. O cara simplesmente tá me fazendo perder quase dois mil conto e abrir mão da minha pós-graduação. Tudo isso de uma tacada só.

O cara simplesmente faz uma lagoa que não pode entrar areia (por isso a areia, ou melhor, a lama pode entrar na casa dos outros) e o resto é que se dane. Caraca, meu primeiro bem adquirido, ou melhor, parcialmente adquirido e acontece um negócio desse.

E o meu prejuízo foi um dos menores. Um cara desse não deve dormir direito à noite. Ou então não tem a menor noção da importância do seu trabalho... Credo!

É esse vai ser o post mais sem noção desse blog, mas tinha que externar a minha indignação. Ah, perdoem o mal-feito da arte aí em cima, é que eu e o Corel não nos entendemos muito bem!

Um comentário:

Priscila disse...

É de indignar mesmo o que tá acontecendo em Natal... uma cidade que não pode mais ver um pingo de chuva que a população já fica com medo, pois não sabe qual vai ser o próximo prejuízo que ela vai causar. E tipo, os prejuízos que ela provoca não são apenas financeiros... quem consegue ressarcir a dor de uma família que perdeu todas as suas recordações, fotos, documentos, lembranças que não voltam, nem com todo dinheirro que se pode ganhar através de processos na justiça!!!